Please assign a menu to the primary menu location under menu

Decoração

Jardim japonês: saiba como construir em casa

jardim-japones

Paz, tranquilidade, espiritualidade, contemplação e beleza: o jardim japonês reúne todas essas qualidades e pode ser uma ótima forma de tornar a sua casa um espaço sereno e relaxante para aproveitar com familiares, amigos ou até só. 

Mesmo em espaços pequenos, esse tipo de jardim pode ser feito de forma simples, ajudando você a ter uma rotina muito mais agradável. Então, que tal saber mais sobre como construir um jardim japonês com as nossas dicas? Confira mais detalhes a seguir.

O que é o jardim japonês?

O jardim japonês, também conhecido como jardim zen, surgiu na China, no século VI, e foi difundido por monges budistas. No entanto, foram os japoneses, durante a Era Heian, que aperfeiçoaram a técnica de criação desses jardins, incorporando características simbólicas e espirituais de conexão com a natureza. 

Por meio de elementos como a água, as pedras e as plantas, o jardim japonês tem como objetivo retratar os caminhos da vida, as transformações e os obstáculos enfrentados, permitindo um estado contemplativo e meditativo.

Esse tipo de decoração para jardim também está muito ligada às concepções filosóficas e espirituais dos japoneses, que enxergam na natureza a origem da vida, da terra e a própria morada de divindades espirituais. 

Quais são as vantagens do jardim japonês?

Ter um jardim japonês residencial é uma ótima forma de aumentar a conexão com a natureza e aproveitar as sensações de relaxamento, serenidade e meditação proporcionadas por esse tipo de espaço. 

O jardim japonês ainda pode ser um excelente aliado no combate a problemas como ansiedade e estresse, contribuindo para a saúde e o bem-estar. Além disso, ele embeleza os espaços da casa, deixando a decoração harmônica e agradável.

Quais são os elementos do jardim japonês?

Seja para montar um jardim japonês pequeno, seja para uma versão grande, é sempre importante conhecer os elementos que o compõem e os significados de cada um. Por isso, trouxemos os principais materiais utilizados no processo. Confira.

Lagos, cascatas e riachos

A presença de água no jardim japonês é muito relevante, porque ela representa o ciclo da vida, ou seja, o processo do nascimento e da morte. Em alguns projetos, é possível encontrar carpas, que simbolizam a prosperidade e a sorte.

Plantas

As plantas são elementos muito presentes nesse tipo de jardim e ajudam a compor a atmosfera de paz e contato com a natureza. Vale lembrar que as flores e as plantas são escolhidas de acordo com as estações e algumas possuem significados sagrados. 

Pontes

As pontes simbolizam a ligação entre dois espaços. Nesse sentido, elas representam a transição da mortalidade para o sagrado e podem ser construídas com diferentes materiais, como madeira, pedra ou bambu.

Pedras

As pedras possuem um grande significado simbólico para os japoneses. As pedras maiores simbolizam as montanhas e as colinas, proporcionando um sentimento de contemplação. Já as pedras menores mostram a evolução do ser humano durante a vida.

Lanternas

As lanternas são outros elementos que trazem dimensão espiritual para o jardim japonês, já que a luz simboliza o conhecimento. Esculpidas em pedra, elas possuem diferentes formatos e tamanhos.

Como montar um jardim japonês em casa?

Agora que você já conhece todos os elementos desse tipo de paisagem, que tal conferir as nossas dicas de decoração para jardim japonês? Confira o passo e coloque a mão na massa!

Defina o local 

Essa é a parte fundamental do projeto, por isso avalie o tamanho do espaço disponível para montagem. Se o local for pequeno, o ideal é ter em mente que “menos é mais”. Então, a dica é contar com pedras e bambus para delimitar o espaço e apostar nas fontes para adicionar o elemento água. 

Escolha as plantas e elementos

Após definir o local, é hora de escolher as plantas e outros elementos da composição. Aqui, também é importante atentar-se para o tamanho do local e os cuidados com o jardim, já que as plantas precisam de manutenção.

Faça a montagem

Na hora da montagem, é interessante escolher uma superfície lisa. Assim, você consegue visualizar como o jardim vai ficar depois de pronto. Após esse passo, você pode adicionar plantas, pedras, lanternas e demais itens.

Conheça outras dicas que preparamos para ajudar

E aí, gostou de saber mais sobre o jardim japonês? No blog da Marabraz, você encontra muito mais dicas para se inspirar e montar o ambiente que sempre sonhou, seja nas áreas internas, seja nas externas da casa. Então, aproveite para conferir o nosso post com 3 opções de decoração de varanda.

Leave a Comment